All for Joomla All for Webmasters

1 dia em Santiago: o que fazer?

22 Março 2020
(0 votos)
Autor :   Saulo Farias

Você tem uma conexão longa ou pensa em fazer um stopover em Santiago? Vamos preparar um roteiro super enxuto para você conseguir conhecer as principais atrações da capital chilena.

Fizemos esse roteiro em dezembro de 2019 em uma escala de mais de 20h não planejada em Santiago, rumo a Austrália. Essa visita à Santiago foi meio inusitada, pois soubemos somente na hora do chek-in que teríamos mais que algumas horas de conexão, ficaríamos quase um dia inteiro na cidade.

Chegamos de madrugada e tivemos pouco tempo durante o voo para planejar um mini roteiro que envolvesse os principais pontos turístico de Santiago. Mal sabíamos o que fazer em Santiago, não tínhamos pesquisado dicas sobre Santiago. Fizemos uma breve pesquisa e resolvemos escolher os pontos de interesse próximos ao centro, e felizmente, nessa região se concentram grande parte deles, fáceis de acessar pelos meios de transporte públicos e até a pé.

Aproveitem e assitam o vídeo dessa viagem no nosso canal do Youtube.

 

 

Essa foi a ordem do nosso roteiro:

Cerro Santa Lucía, Lastarria, Bellavista e Casa Pablo Neruda

Mercado Central, Palácio La Moneda, Plaza de Armas

Las Condes, Parque Araucano

Cerro San Cristóbal, Sky Costanera

Dados geográficos

 

Antes de começar a falar sobre os pontos turísticos que conhecemos, vamos dar algumas informações sobre Santiago.

Santiago fica em um vale no meio dos andes aproximadamente 600m acima do nível do mar. É uma cidade cosmopolita, cheia de vida e história, também considerada uma das cidades mais belas e organizadas das Américas. A moeda é o peso chileno, a língua o espanhol e o sistema de governo presidencialista.

O Chile é destaque na América latina por possuir o maior IDH dentre os países, por ter um dos melhores sistemas educacionais e uma economia aberta e dinâmica. O reflexo dessa organização pode-se ver em todo país, cidades estruturadas, população educada e perspectivas de crescimento no ar.

Contudo, o país passou e ainda tem passado por uma intensa crise social cusada pelo acirramento das desigualdades sociais promovidas por políticas de austeridade e retirada da assistência social dos mais pobres oriundas de sucessivos governos liberais, o atual, governado por Sebastian Piñeda.

 

Onde se hospedar em Santiago

Saindo do aeroporto, fomos direto para o Ibis que ficava no bairro Providência. Quando não conseguimos nos programar com antecedência e ler sobre onde estão os melhores bairros e hotéis das cidades, tendemos escolher hoteis das redes Ibis, Holiday Inn e demais similares. São hotéis padronizados, sempre bem localizados e sem riscos de surpresas.

Faça sua cotação no IBIS PROVIDENCIA

 

O que fazer em Santiago do Chile 

 

Cerro Santa Lucía

Acordamos cedo, tomamos café no hotel e fomos bater perna nos arredores. Descemos a avenida Providência até a entrada do Cerro Santa Lúcia que ficava bem próximo de onde estávamos. O Cerro Santa Lucía possui um pequeno parque urbano, com praças, uma fonte e escadarias que levam a um mirante com uma bela vista da cidade. O melhor é que a entrada é gratuíta. 

O Castillo Hidalgo e o Jardim Japonês são algumas atrações do lugar. Subimos suas escadarias e logo deparamos com pequenos jardins de flores multicoloridas embelezando o caminho. Dali já se tinha uma boa vista da cidade mas subimos mais um pouco.

lucia1 Snapseed

Chegamos ao pátio principal, com alguns canhões expostos, e de lá sim uma bela panorâmica da cidade, com seus prédios e construções emoldurados pela Cordilheira dos Andes ao fundo. Subimos mais um pouco e chegamos no mirante, com uma visão melhor ainda.

IMG 4477

A subida é um pouco cansativa e não há elevadores nem outro tipo de condução para te levar ao topo. Mas é relativamente leve, sem necessidade dos maiores condicionamentos físicos, contudo, não é indicada as pessoas que tem algum tipo de restrição locomotiva.

Lastarria

Saímos do Cerro Santa Lúcia e fomos conhecer o bairro Lastarria. Lastarria e Bellavista são bairros com movimentada vida noturna e muitos bares e restaurantes. A Casa Pablo Neruda em Santiago, conhecida como La Chascona, abriga a Fundação Pablo Neruda e sua história se mistura com a do próprio país. 

Este bairro tem belas construções, uma mistura do antigo com o moderno, foi revitalizado recentemente e é hoje o mais jovem bairro gastronômico da cidade. Caminhamos por sua rua principal, a José Victorio Lastarria, onde passamos em frente ao Museo de Artes Visuales. No caminho entramos em algumas lojinhas para compras, até chegarmos na Heladería Emporio La Rosa, que é considerada uma das 20 melhores gelaterias do mundo.

Bairro Bela vista: Casa Pablo Neruda

Saindo de Lastarria fomos conhecer a Casa Pablo Neruda. Conhecida como La Chascona, esta casa inspirada em um navio foi onde Neruda viveu com sua terceira esposa, Matilde Urrutia, de 1955 a 1973. Atualmente o lugar abriga a Fundação Pablo Neruda e você pode fazer uma visita para apreciar um pouco da história e os pertences deste renomado poeta chileno.

5101007106 d90873956b

O Mercado Central

Já passava das 14h e chegamos no Mercado Central de Santiago. No mercado de Santiago encontramos bancas com produtos típicos chilenos, especialmente produtos da agricultura, do mar (peixes e frutos do mar), artesanato, além de farmácias, agências e lojas de jóias. No mercado também estão restaurantes com várias opções para quem esta passando o dia no centro turístico de Santiago. Os restaurantes mais famosos são o “Él Galeón”, o “La Joya del Pacífico” e o “Donde Augusto”. Já os pratos mais gostosos incluem a centolla, uma espécie de caranguejo do Chile, as manchas a la parmesana e o ceviche entre outros feitos com frutos do mar. Para acompanhar, peça um vinho das vinícolas de Santiago.

merc1

preços MC Snapseed

 

OBS: Os restaurantes do Mercado Central são relativamente caros e os preços podem variar bastante de um restaurante para o outro.

Como não gostamos muito de frutos do mar só passeamos pelo mercado e paramos para comer um tradicional restaurante fast food de empanadas, o Empório Zunino. Diga-se de passagem, a melhor empanada que comemos até hoje.

Preços das empanadas em 2020:

Queijo: $ 1400 pesos

Carne: $ 1200 pesos

 

Palácio La Moneda

O palácio de La Moneda é a residência oficial do chefe de Estado do Chile, no caso, de Sabastian Pineda. Também abriga o Ministério do Interior, a Secretaria Geral da Presidência e a Secretaria Geral do Governo. É um belo complexo composto por prédios históricos e um centro cultural, onde há exposições temporárias, canhões antigos, maquetes, salões de reunião etc.

la moneda2

Créditos: Somos tour

Não conseguimos visitar o palácio, pois a entrada precisava ter sido reservada com antecedência e, no período que estávamos no Chile as visitas estavam suspensas por causa das manifestações. Só o observamos por fora, mas vamos colocar mais abaixo algumas informações para quando você for visitá-lo.

História do Palácio de La Moneda

O Palácio de La Moneda foi construído entre os séculos XVIII e XIX quando o Chile era ainda colônia da Espanha. O objetivo da obra era que ele se tornasse a Casa da Moeda da coroa espanhola, mas, por falta de recursos, ele foi financiado por um marquês, Francisco García Huidobro, e o arquiteto escolhido foi o famoso Joaquín Toesca, que também desenhou a casa La Chascona, de Pablo Neruda. Para fazer a construção, o italiano foi até o Peru, onde conheceu a Casa de Moeda do país e tirou muitas ideias da arquitetura de lá.

Visita ao Palácio de La Moneda em Santiago do Chile

Poucos sabem dessa informação, mas o Palácio de La Moneda é aberto para visitantes conhecerem um pouco mais sobre a sede do governo chileno gratuitamente. Para ir no local é preciso agendar com pelo menos uma semana de antecedência no site deles a data em que você quer visitá-lo. No entanto, os tours, conduzidos por um guia falando em inglês ou espanhol, só acontecem nos dias úteis, ou seja, de segunda a sexta, com exceção de feriados. Fique atento, pois os horários de visita disponíveis no site estão de acordo com o horário de Santiago. Uma dica interessante é agendar seu passeio em um dia em que ocorre a troca da guarda, o que acontece a cada dois dias às 10:00. No Palácio você pode ver o Centro Cultural, onde há exposições temporárias, canhões antigos, maquetes do Palácio, salões de reunião variados, exemplares das moedas chilenas e muito mais curiosidades que são explicadas pelos guias.

 

Plaza de Armas

A Plaza das Armas fica no coração da cidade velha. Rodeada de prédios históricos é parada obrigatória na cidade. E nela que estão a Catedral e o Museu Histórico Nacional de Santiago. Nas diversas ruas e ruelas que ficam no entorno da praça se encontram as principais lojas de comércio e os edifícios financeiros.

9543721F FD99 450E 9567 14670DC852DC Snapseed

Las Condes e o Parque Araucano

O parque Araucano fica em Las Condes, ao lado do shopping Parque Arauco. Passeamos pelo parque e entramos rapidamente no shopping. Vale mais a pena aproveitar mais as diversas atrações qie existem no parque.

Cerro San Cristóbal

Quase no final da tarde resolvemos tentar assisitir o pôr do sol no Cerro San Cristóbal. Como as estações de metrô centrais estavam fechadas por causa da manifestação achamos mais prático realizar uma caminhada de uns 3 km da Plaza de Armas até a entrada do cerro. Foi uma pequena aventura, pois acabamos passando pelo meio da região onde ainda estavam havendo manifestações, chegamos a filmá-las e fotografá-las e quase recebemos jatos dágua na cabeça. Na base do cerro estão as cabines de informação e vendas dos ingressos ao parque e do seu acesso pelo funicular.

O parque que fica no Cerra San Cristóbal tem várias atrações, o acesso é por meio de um funicular e no topo tem um teleférico com uma linda vista da cidade.

IMG 4590

Você pode fazer uma combinação de ingressos, para subir e descer com o funicular e teleférico, só subir com o funicular e descer andando, subir pelo funicular, pegar o teleférico e descer andando do outro lado do parque entre outras combianções.

telef1 Snapseed

Resolvemos pegar o pacote subir e descer de funicular e ir e voltar pelo teleférico, mas depois resovemos descer andando e sair no caminho para o Sky Costanera. O valor foi de $ 4700 pesos.

IMG 7584 Snapseed

Dica: Os melhores meios de transporte para percorrer a região central de Santiago são o metrô e o Uber. Os custos de ambos são semelhantes aos valores brasileiros e bem mais baratos do que os taxis, que também tem a mesma fama dos nossos. Para quem gosta e tem disposição para caminhadas as distâncias são razoáveis e todos os pontos turísticos estão em um raio de no máximo 5 km.

Sky Costanera

Um dos símbolos mais inponentes de Santiago é o edifício Sky Costanera, onde também se encontra o Costanera Center, um dos maiores complexos comerciais e financeiros da América Latina. Um dos programas mais procurados no edifício espelhado é subir ao seu topo e assitir o pôr do sol. O ingresso custa em torno de $ 15000 pesos.

IMG 7588 Snapseed

Assim terminamos nossa experiência de quase 24h em santiago. Não tentamos fazer nenhum passeio que saisse muito do centro da cidade e também não aconselhamos. Certamente voltaremos para curtir os demais programas que a cidade tem a oferecer.

 

 

Gostou das nossas sugestões? Sigam-nos nas nossas demais redes sociais e esteja por dentro das novidades!

Instagram: @comerrezarviajar

Canal do Youtube: comerrezarviajar

Facebook: Comer Rezar Viajar

Deixe o seu comentário

Links Úteis

Termos e Condições

 

Redes Sociais

facebookinstagramyoutubepinterest

Facebook - Curta nossa página

Youtube - Inscreva-se

Top