All for Joomla All for Webmasters

Top 5 Grécia: Mikonos, glamour e badalação na mais charmosa das ilhas Cyclades
Destaque

10 Maio 2019
(0 votos)
Autor :   Saulo Farias

Mikonos é sinônimo de glamour e badalação. A charmosa ilha que tem como símbolos os cataventos e as casas impecavelmente brancas decoradas com bouganviles rosas é o destino preferido das celebridades mundiais. Contudo, Mikonos é mais do que agitação, tem diversas praias de águas transparentes tranquilas, restaurantes pitorescos e mirantes com aquele pôr do sol tradicional. Neste post vamos destacar o que Mikonos tem de melhor e os principais programas para quem visita essa estonteante ilha grega.

Mikonos é uma das ilhas Cyclades mais populares. Está sempre na lista das 5 ilhas gregas que o turista deve conhecer. Mas antes de preparar nosso roteiro li em alguns blogs de viagem que Mikonos não seria uma boa escolha, pois tem preços muito maiores que as demais ilhas gregas e muita badalação na alta temporada, praias cheias e barulhentas.

Mas, no nosso caso, essa crítica foi mais um incentivo a conhecer a ilha, pois adoramos a agitação do verão com as cidades cheias, gente bonita para ver e uma night. Nesse artigo você vai ter o nosso ponto de vista de Mikonos, nos esbaldamos com a agitação da ilha que tem programas para todos os gostos e bolsos.

 

Mikonos é a uma das ilhas importantes mais próximas do continente. Chegar a ilha é fácil por meio aéreo e marítimo.

Por via aérea o tempo é menor, porém se você estiver levando bagagens o custo pode ser um pouco alto, fazendo os ferries uma opção mais em conta, levando em consideração também que existem várias opções de ferries com preços e tempo de viagem variados. Abaixo a lista de companhias aéreas que realizam vôos domésticos e internacionais pelo do país. E das empresas que vendem passagens dos ferries.

Aegean Airlines, Olympic Air, Ellinair, Sky Express, Astra Airlines, Air Mediterranean, Bluebird Airways 

Atenas tem dois grandes portos de onde partem ferries para as ilhas: Rafina e Pireus. Ambos estão localizados a uma certa distância da cidade, Pireus é o mais próximo, fica em torno de 30 minutos de metrô do centro. Já Rafina é mais distante, e fica a pouco mais de uma hora de viagem de lá. Ambos são facilmente acessíveis de ônibus ou taxi, mas, se você vai chegar no aeroporto de Atenas e pretende ir direto para uma das ilhas, talvez faça mais sentido viajar a partir de Rafina, já que este porto fica mais próximo do aeroporto.

Os ônibus para o porto de Rafina partem do centro de Atenas, de um ponto próximo da estação Viktoria do metrô. Você pode ir até lá tanto de metrô quanto de taxi (de Syntagma Square a viagem custa em torno de 5 euros). A passagem de ônibus é baratinha, e custa apenas 2,60 Euros.

Já para o porto de Pireus, você pode pegar o metrô, o que é uma mão na roda. A passagem custa apenas 1,40 euro, e você deve pegar a linha verde, com direção a Pireus (que é a última parada da linha). As estações mais centrais por onde passa a linha verde são Monastiraki e Omonia.

Quando estivemos pelo país, nosso roteiro alternou trechos de ferry (Athenas x Santorini – Santorini x Mikonos – Mikonos x Creta) e trechos aéreos (Creta x Zakynthos – Zakynthos x Athenas). Os vôos entre as ilhas são bem rápidos, dependendo da localização não chegam a durar 50min. Voamos pela Olympic air que parece ser a mesma companhia Aegean airlines. Os ferries mais rápidos realizaram a distância em aproximadamente 2h. Para quem gosta da sensação de estar em um mini cruzeiro é uma gostosa opção fazer alguns trechos de ferries, todos eles são muito confortáveis, você pode ir contemplando a paisagem, os barcos tem poltronas largas, ambiente climatizado e restaurantes. Utilizamos os ferries da Sea jets nos 2 primeiros trechos marítimos (60 euros por pessoa) e de Santorini X Creta fomos de blue star, um ferry maior e mais lento, porém mais barato (30 euros por pessoa), levamos em torno de 4h de viagem, mas como saímos as 4:30h da manhã dormimos todo o trajeto nem percebemos a longa viagem.

60

SeaJets2

Clique aqui para ver os ferries, preços e horários disponíveis.

Chegamos em Mikonos pelo novo porto pegamos um transfer até a entrada de Chora (centro), onde ficamos hospedados. Os ônibus também deixam os passageiros do outro lado de Chora, numa região com uma praça chamada Fabrika, dependendo de onde você for se hospedar pode descer um pouco antes ou do outro lado do centro.

mik8

Ficamos hospedados em um hotel bem no meio de Chora, num hotelzinho lindo, bem conservado, branquinho cheio de bouganviles rosas, com quartos básicos bem pequenos, mas suficientes para quem passaria 20 das 24 horas batendo pernas pela região. Os preços das acomodações dentro de Chora são maiores, mas facilitam muito o deslocamento pela cidade.

19

20

71 

 

1º dia

Chegamos por volta das 10h da manhã no hotel e conseguimos fazer o checkin nesse horário. Deixamos as malas, trocamos de roupa e fomos conhecer as redondezas. Chora é um pequeno labirinto de casas e ruazinhas impecavelmente pitadas de branco e adornadas com bouganviles de várias cores, perdemos horas fotografando tudo, cada lojinha, hotel, sacadas até a fome bater com força. Demoramos vários dias para gravar o caminho de volta para o hotel e muitas vezes, só conseguimos achá-lo com o Google maps.

22

2

122

10

Dentro de Chora tem restaurantes de vários tipos e para vários bolsos, você pode escolher entre um lanche rápido com um giros pita, uma mousaka com uma salada grega de entrada, até uma massa italiana em uma cantina super charmosa. Pedimos 2 saladas (aprendemos a essa altura que em todos os lugares os pratos são bem servidos) e dividimos um prato do dia. O valor das saladas, do prato e bebidas foi de aproximadamente 40 euros.

28

29

 

Depois do almoço fomos até a região litorânea do centro, onde ficam a Little Venice, região com as casinhas e restaurantes empoleirados sobre o mar e os cataventos, símbolos de Mykonos. Vimos o pôr do sol aos pés dos cataventos, diga-se de passagem, o pôr do sol visto da orla do centro de Mykonos é um dos mais bonitos que já vimos.

24

44

43

Voltamos para o hotel no final da tarde e nos preparamos para sair a noite. Mykonos é conhecido pela sua vida noturna. Existe uma rivalidade entre Mykonos e Ibisa sobre qual tem as baladas mais bombantes. Em Chora é fácil encontrar vários promotores distribuindo panfletos sobre as festas.Uma das boates mais famosa é a Cavo Paradiso, onde costumam tocar os djs mais famosos do mundo. Não fomos conhecer a Cavo, pois estávamos cansados da viagem, deixamos para conhecer o agito de Mykonos nas baladas dos beach clubs de Paradise beach, nos dias posteriores. Jantamos em um outro restaurante de Chora, passeamos mais um pouco entre as dezenas de lojas vendo o vai e vem dos turistas, tomamos um spritz e voltamos para o hotel.

 

2º dia

Logo de manhã retornamos a região da Fabrika para alugar uma escooter, lá se encontram a maior parte das locadoras, demos uma volta e pechinchamos um pouco os valores que costumam ser menores de acordo com os dias de locação. A diária saiu em torno de 25 euros a scooter mais simples, outras mais potentes e os quadriciclos variam entre 35 e 50 euros a diária. Vale lembrar que esses preços também variam muito entre as altas, médias e baixas temporadas, no nosso caso era alta temporada.

Resolvemos alugar uma scooter pelos valores e pela facilidade de locomoção e estacionamento. Como Mykonos é uma ilha mais plana, as scooters são apropriadas e o risco é menor.

Observação: cada ilha grega tem sua política de locação/habilitação para os transportes, em Mikonos você consegue alugar scooter sem ter a habilitação para motos (no PID), já em Athenas, Creta e Santorini as locadoras não permitem, somente a locação de quadriciclos e automóveis (com o PID apropriado). Isso não quer dizer que se você for parado em uma blitz você estará livre de uma multa.

E assim fomos conhecer as lindas praias da região, sendo a 1ª Psarou, a badalada praia de águas cristalinas e onde se localiza um dos Beach Club mais famosos da Grécia, o Namnos, onde uma espreguiçadeira chegar a custar 200 euros e a reserva tem que ser feita com semanas de antecedência na alta temporada. Mas fique tranqüilo, em todas as praias da Grécia existem espaços na areia entre os bares e beach clubs que o turista pode ficar sem ter que pagar nada.

Uma curiosidade, quando estivemos lá no verão de 2018 tinham várias imigrantes vendendo saídas de praia, cangas e blusas na areia com um preço mais acessível que nas lojas.

Passamos o dia em Psarou, cada mergulho um click, água azul turquesa na temperatura ideal, sol de 40 graus à sombra, cerveja gelada e por volta das 14h fomos conhecer outra famosa praia de Mykonos, Paradise beach, a praia com os famosos beachs club que as pessoas dançam em cima das mesas.

  • 11
  • 13
  • 14
  • 15
  • 25
  • 39
  • mik11
  • 11
  • 13
  • 14
  • 15
  • 25
  • 39
  • mik11

O trajeto durou 20 min. Resolvemos ficar no beach club tropicana que já estava cheio por causa do horário. Em Paradise o pública varia de acordo com o horário. De manhã encontramos as famílias e turistas que querem curtir uma praia, descansando com uma boa estrutura. Após as 17h o som começa a rolar e o público é trocado, agora com gente mais nova e animada, grupos com mesas reservadas dançando nas mesas reforçadas seguindo os passos das dançarinas. O lugar pega fogo e a curtição se desenrola noite a dentro.

41

16

40

 

3o dia

 

Como nos outros dias, acordamos cedo, tomamos um café da manhã reforçado e fomos conhecer outras praias da região. Dessa vez fomos conhecer duas praias mais distantes do centro e paramos em Elia Beach.

Elia Beach é uma linda praia com areia mais grossa e águas transparentes. É uma praia de público LGBT e nudismo. Na praia pode-se encontrar muitos beach clubs mais discretos para quem não quer ficar em locais muito cheios e agitados. Adoramos a praia apesar de ter perdido meu drone e levado um tombo nas pedras ao tentar resgatá-lo, o mar era tão lindo que ele resolveu dar um Tchibum na água rsrs.

7

48

Por volta das 15h saímos da praia e fomos procurar um restaurante rústico, o Kikis Tavern, situado em frente a linda Agios Sostis. Esse restaurante foi-nos recomendados por amigos e estava muito bem avaliado no tripadvisor. O restaurante lota na alta temporada, ficamos mais de 1h aguardando e durante esse período, o restaurante serve água e vinho rosé para os clientes agüentarem o calor de 35 graus à sombra. Uma peculiaridade, o próprio dono organiza a fila sem anotar nada, sabe direitinho a ordem de chegada de dezenas de clientes.

O restaurante é maravilhoso, o preço é justo, serve comida mediterrânea e frutos do mar e tem um buffet de saladas maravilhosas. Um prato de salada serve dois e você pode escolher duas opções. Pedimos uma salada mista com grão de bico e 2 peixes grelhados com acompanhamentos. Também fomos presenteados com uma mesa de frente para a praia apreciando a cor indescritível do mar Egeu.

Depois do almoço descemos a trilha até a praia e curtimos o cair da tarde mergulhando nas águas cristalinas desse cantinho de Mykonos.

 

  • mik1
  • mik2
  • mik3
  • mik4
  • mik5
  • mik6
  • mik7
  • mik8
  • mik9
  • mik1
  • mik2
  • mik3
  • mik4
  • mik5
  • mik6
  • mik7
  • mik8
  • mik9

 

4º dia

Nesse dia resolvemos conhecer várias praias, parando alguns minutos e cada uma curtindo o máximo possível. Na parte da tarde, voltamos para Chora para assistir a final da Copa do Mundo de futebol. Resolvemos ficar no restaurante da Fábrika onde também estavam vários franceses bem animados. Aproveitamos e almoçamos por lá.

36

 

5º dia

 

Nesse dia acordamos tarde e fomos conhecer praias mais próximas do centro. Retornamos mais cedo para curtir as ruas de Chora e de tarde fomos assistir o pôr do sol no 180º Sunset Bar. O lugar lindo, incrível! Melhor lugar de Mykonos para ver o por do sol. Um lounge espaçoso e confortável, mesas e grandes almofadas espalhadas pelo chão, uma vibe animada com gente bonita e deliciosos driks embalados ao som de saxofonistas. Ao cair da noite o espaço vira uma boate e a trilha sonora é trocada. É aconselhável fazer uma reserva na alta temporada para poder curtir com conforto e fazer as melhores fotos, mas se não conseguir, vá assim mesmo.

  • 51
  • 52
  • 53
  • 55
  • 56
  • 57
  • 58
  • 59
  • IMG 1492
  • 51
  • 52
  • 53
  • 55
  • 56
  • 57
  • 58
  • 59
  • IMG 1492

Assim terminamos nossa visita a Mykonos com uma enorme vontade de retornar em breve.

Além das praias citadas, em Mykonos existem outras lindas praias que passamos rápido, só para dar uma olhada ou não conhecemos:

 

Platys Gialos

Ornos Beach

Paraga Beach

Super Paradise

Kalo Livadi

Agios Ioannes

 

Praias mais afastadas e desertas

 

Kalafatis

Panormos Beach

Ftelia

Agrari beach

 

 

 

Deixe o seu comentário

Links Úteis

Termos e Condições

 

Redes Sociais

facebookinstagramyoutubepinterest

Facebook - Curta nossa página

Youtube - Inscreva-se

Top